Project Details


Name Estudos de bioprospecção de macroalgas marinhas, uso da biomassa algal como fonte de novos fármacos e bioativos economicamente viáveis e sua aplicação na remediação de áreas impactadas. (Biodiversidade marinha)   FAPESP Project
Validity Date 01/08/2010 - 31/07/2015
Team Pio Colepicolo Neto
Participating Institutions Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Biome Costeiros e Marinhos
Abstract Este projeto visa três aspectos, que embora distintos, estão interligados na sua concepção e integração: a) o uso da biomassa algal para extração de bioativos com potencial para aplicações farmacêuticas, cosméticas e agrícolas; b) a utilização de macroalgas marinhas da costa brasileira como organismo biorremediador e; c) o estudo dos efeitos moleculares de poluentes orgânicos e metálicos. Para isso, macroalgas da costa do estado de São Paulo, serão coletadas, identificadas e estudadas na área de bioprospecção. As espécies que apresentarem bioatividades satisfatórias serão selecionadas e cultivadas em laboratório e em seguida transferidas para cultivo em campo e em tanques para obtenção de massa algal para extração em larga escala. Estudos preliminares indicam que as macroalgas do gênero Gracilaria se desenvolvem bem em ambientes eutrofizados em viveiros de cultivo de camarão. Estas linhagens usam o excesso de nutrientes dos viveiros de cultivo de camarão para a síntese de biomoléculas fundamentais, tais como biopolímeros de açúcar, aminoácidos, proteínas, lipídeos e DNA A massa algal proveniente de cultivos em campo ou integrado será fonte de estudos para determinados o potencial antioxidante, antibiótico e capacidade de absorção de radiação UV (chamadas genericamente de micosporinas; MAA). Linhagens de Gracilaria submetidas a condições adversas podem sintetizar uma gama considerável de compostos secundários com atividades bactericidas, antioxidantes, anti-inflamatória e absorvedoras de radiação UV em quantidades variáveis. Os fracionamentos dos extratos ativos serão biomonitorados até que um composto ativo possa ser isolado e identificado. Avaliaremos a atividade antioxidante, bactericida, antifúngica (linhagens que afetam humanos e plantas, principalmente as com interesse econômico agrícola e anticolinesterásica. Além da capacitação de pessoal em diferentes áreas do conhecimento, geração de dados científicos importantes em ficologia aplicada, este projeto, que conta com o empenho de diversas instituições Públicas vislumbra a geração de registros e que sejam depositadas patentes relacionadas ao uso farmacêutico e cosmético de interesse. Além disso, este projeto estará em consonância com o propósito da rede algas, pois linhagens selecionadas no Instituto de Botânica (IBt, SMA) de comprovado potencial econômico serão cultivadas no mar e em fazendas de aquicultura visando suprir toda e qualquer carência de matéria prima para as análises bioquímicas e posteriormente para as indústrias interessadas. E, finalmente, vaie informar que todos os componentes deste projeto estão autorizados pelo Ministério do Meio Ambiente/IBAMA (123/2006) e CGen (020/2007) para fazer coletas de macroalgas em toda a costa litorânea brasileira e bioprospecção de compostos químicos com interesse econômico (biotecnológico, alimentício, farmacêutico, cosmético e agrícola).
Expected Products Este projeto visa três aspectos, que embora distintos, estão interligados na sua concepção e integração: a) o uso da biomassa algal para extração de bioativos com potencial para aplicações farmacêuticas, cosméticas e agrícolas; b) a utilização de macroalgas marinhas da costa brasileira como organismo biorremediador e; c) o estudo dos efeitos moleculares de poluentes orgânicos e metálicos. Para isso, macroalgas da costa do estado de São Paulo, serão coletadas, identificadas e estudadas na área de bioprospecção. As espécies que apresentarem bioatividades satisfatórias serão selecionadas e cultivadas em laboratório e em seguida transferidas para cultivo em campo e em tanques para obtenção de massa algal para extração em larga escala. Estudos preliminares indicam que as macroalgas do gênero Gracilaria se desenvolvem bem em ambientes eutrofizados em viveiros de cultivo de camarão. Estas linhagens usam o excesso de nutrientes dos viveiros de cultivo de camarão para a síntese de biomoléculas fundamentais, tais como biopolímeros de açúcar, aminoácidos, proteínas, lipídeos e DNA A massa algal proveniente de cultivos em campo ou integrado será fonte de estudos para determinados o potencial antioxidante, antibiótico e capacidade de absorção de radiação UV (chamadas genericamente de micosporinas; MAA). Linhagens de Gracilaria submetidas a condições adversas podem sintetizar uma gama considerável de compostos secundários com atividades bactericidas, antioxidantes, anti-inflamatória e absorvedoras de radiação UV em quantidades variáveis. Os fracionamentos dos extratos ativos serão biomonitorados até que um composto ativo possa ser isolado e identificado. Avaliaremos a atividade antioxidante, bactericida, antifúngica (linhagens que afetam humanos e plantas, principalmente as com interesse econômico agrícola e anticolinesterásica. Além da capacitação de pessoal em diferentes áreas do conhecimento, geração de dados científicos importantes em ficologia aplicada, este projeto, que conta com o empenho de diversas instituições Públicas vislumbra a geração de registros e que sejam depositadas patentes relacionadas ao uso farmacêutico e cosmético de interesse. Além disso, este projeto estará em consonância com o propósito da rede algas, pois linhagens selecionadas no Instituto de Botânica (IBt, SMA) de comprovado potencial econômico serão cultivadas no mar e em fazendas de aquicultura visando suprir toda e qualquer carência de matéria prima para as análises bioquímicas e posteriormente para as indústrias interessadas. E, finalmente, vaie informar que todos os componentes deste projeto estão autorizados pelo Ministério do Meio Ambiente/IBAMA (123/2006) e CGen (020/2007) para fazer coletas de macroalgas em toda a costa litorânea brasileira e bioprospecção de compostos químicos com interesse econômico (biotecnológico, alimentício, farmacêutico, cosmético e agrícola).
Keywords Carotenoides, Fármacos, Macroalgas, Produtos Naturais
Occurrences 0
Project List