Project Details


Name Biodiversidade de microalgas de água doce: banco de germoplasma e obtenção de marcadores moleculares das espécies criopreservadas   FAPESP Project
Website http://www.bv.fapesp.br/pt/auxilios/35261/biodiversidade-microalgas-agua-doce-banco/
Validity Date 01/08/2011 - 31/07/2016
Team Armando Augusto Henriques Vieira Thaís Garcia da Silva
Participating Institutions Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)
Biome _
Abstract A proposição do projeto é iniciar um banco de germoplasma criopreservado em nitrogênio líquido de microalgas de água doce (fitoplanctônicas, mas também tichoplanctônicas, bentônicas e subaéreas), visando à manutenção da biodiversidade desses organismos, juntamente com um banco de informações sobre as espécies. A primeira etapa para efetivação desse objetivo é isolar clones nas UGRHI do Estado de São Paulo, incluindo pontos já referenciados pelo Programa Biota, cultiva-los e inseri-los no acervo das culturas metabolicamente ativas da Coleção de Culturas de Microalgas de Água Doce da UFSCar. Imediatamente após o isolamento, desenvolver protocolos de congelamento visando a transferência progressiva das culturas vivas, incluindo as já existentes, para o "banco" congelado (criopreservação). É também proposto iniciar os estudos para se obter DNA barcodes das espécies criopreservadas, iniciando-se por clorofíceas, mas expandindo a abordagem a outros grupos dos quais já estão sendo obtidos DNA-barcode mais rotineiramente, como diatomáceas e dinoflagelados. Para isso, identificaremos previamente as espécies através de procedimentos da taxonomia tradicional. Embora o "DNA barcoding" esteja já sendo empregado com sucesso para vários grupos de algas não verdes, o mesmo não acontece com as algas verdes, e plantas "superiores", grupo ainda não resolvido quanto à obtenção de um marcador universal, o que demanda pesquisa. Consideramos que o tema é propício para também se iniciar já neste projeto, estudos para a prospecção de moléculas específicas do metabolismo que posam ser biomarcadoras e assim ser utilizados na caracterização taxonômica das espécies a serem congeladas. A abordagem aos biomarcadores será iniciada pelos perfis de ácidos graxos e polissacarídeos extracelulares (composição monomérica e algumas propriedades físicas e químicas), que têm o potencial de serem úteis para delimitar taxa superiores, como ordens e gêneros, mas também, segundo a literatura, espécies. Também iniciaremos em uma etapa posterior uma abordagem, experimental por ser inédita, de análises comparativas por sensores eletrônicos do perfil dos compostos, como biomarcadores, excretados das espécies. Além da utilidade taxonômica, os biomarcadores rendem informações importantes sob o ponto de vista econômico, o que enriquece o banco de informações do acervo congelado. Os resultados esperados são: o aumento substancial do acervo da coleção de culturas metabolicamente ativas que, paulatinamente, passará para o acervo de espécies criopreservadas; a disponibilidade dos clones congelados com importantes informações sobre as espécies; o repasse dos resultados referentes ao DNA-barcode para os data systems BOLO, CaBaL e GenBank, e a criação de um banco com as informações não só das sequências e "primers", mas também sobre o local, como características fisicas e químicas da água, A lista do acervo congelado/ativo será enviada para o banco de dados do projeto Biota.
Expected Products _
Keywords água doce, biodiversidade, Criopreservação, Germoplasma vegetal, Microalgas, Programa Biota/FAPESP, Projetos Temáticos
Occurrences 10
Project List