Project Details


Name Mudanças sócio-ambientais no Estado de São Paulo e perspectivas para conservação.   FAPESP Project
Website _
Validity Date 01/08/2009 - 31/07/2012
Team Luciano M. Verdade (CENA/USP) Antônio R. de Almeida Jr. (ESALQ/USP) Adalmir Leonídio (ESALQ/USP) Laura A. Martirani (ESALQ/USP) Maria Elisa de P. E. Garavello (ESALQ/USP) Odaléia T. M. M. Queiroz (ESALQ/USP) Paulo Eduardo M. Marques (ESALQ/USP) Sílvia Maria G. Molina (ESALQ/USP) Carla Gheler-Costa (ESALQ/USP) Carlos I. Piña (CONICET/Argentina) Clarice G.B. Demétrio (ESALQ/USP) Patrícia Morelatto (IB/UNESP-RC) Wesley R. Silva (IB/UNICAMP) Luiz Antonio Martinelli (CENA/USP) Hilton Thadeu Z. do Couto (ESALQ / USP) Marcelo Z. Moreira (CENA/USP) Marcos Vinícius Folegatti (ESALQ/USP) Plínio B. de Camargo (CENA/USP) Mark E. Merchant (McNeese State University)
Participating Institutions CENA/USP ESALQ/USP CONICET/Argentina IB/UNESP-RC IB/UNICAMP McNeese State University
Biome Mata Atlântica e Cerrado
Abstract O Estado de São Paulo sofreu dramáticas mudanças ambientais e no uso da terra desde 1850, que permitiram uma significativa geração de riquezas, mas também levaram à destruição de boa parte dos ecossistemas originais do Estado. Como conseqüência houve uma progressiva degradação na qualidade da água e do solo, além de uma crescente contaminação da fauna por agrotóxicos. Ainda assim, são raros os casos documentados de extinção local de espécies da fauna e flora do Estado, o que evidencia possíveis processos adaptativos e também a necessidade de se inserir os agroecossistemas no contexto da conservação biológica. O presente projeto tem por objetivo avaliar, de forma multidisciplinar, os processos econômicos, sociais e culturais que causaram essas mudanças no uso e cobertura do solo observadas no Estado de São Paulo durante o século XX e avaliar como essas mudanças afetaram a capacidade dos ecossistemas de produzir serviços ambientais indispensáveis à manutenção da vida. Para atingirmos esse objetivo será desenvolvida uma série de subprojetos dentro das áreas do conhecimento que compõem o programa interdisciplinar em Ecologia Aplicada / USP – Piracicaba, quais sejam: “Ambiente e Sociedade”, “Biologia da Conservação” e “Ecologia de Agroecossistemas e Modelagem Ambiental”. Em complemento, será desenvolvido um subprojeto de cunho interdisciplinar sobre o papel das mudanças globais no uso da terra em agroecossistemas do estado de São Paulo.
Expected Products Como o presente projeto encontra-se em seu terceiro ano de execução, seus resultados são ainda preliminares. No entanto, eles podem ser divididos nas três categorias a seguir. Base conceitual: No presente projeto ampliamos a base conceitual relacionada à diversidade da fauna silvestre em paisagens agrícolas, o que dá a ela algum valor conservacionista (Azevedo et al. 2010b, Ferronato et al. 2009a, 2009c, 2009d, Dotta & Verdade 2009, Rosalino & Gheler-Costa 2011, Verdade et al. 2010, 2011). No entanto, descobrimos que a poluição por metais pesados, diretamente ligada à atividade agrícola e industrial, ainda é um problema sério em nossos cursos d’água (Meche et al. 2009, Piña et al. 2009). A presença de espécies invasoras também é um problema tanto em nossos ecossistemas aquáticos (Ferronato et al. 2009b) quanto terrestres (Azevedo et al. 2010a). Até o fim deste projeto pretendemos estabelecer a ligação entre diversidade ß de distintas paisagens agrícolas e suas dimensões socioeconômicas e culturais. No presente projeto também foram avaliados aspectos relacionados à ecologia humana, incluindo a noção de fitness e nicho ecológico em populações migrantes no meio urbano e rural (Nascimento et al. 2010a, 201b). Até o fim deste projeto pretendemos estabelecer a relação entre tais conceitos e o conceito de qualidade ambiental e segurança alimentar. Desenvolvimento metodológico/tecnológico: No presente projeto participamos do desenvolvimento de metodologias para programas de levantamento/monitoramento de longo prazo da biodiversidade (Ferraz et al. 2009, 2010, Pezzini et al. No prelo). Em adição, desenvolvemos e testamos marcadores moleculares na determinação do grau de parentesco e, por conseguinte, no estabelecimento de linhagens familiares em jacarés-de-papo-amarelo (Caiman latirostris). Desenvolvemos também chaves de identificação de pelos de mamíferos de pequeno porte para estudos futuros sobre ecologia trófica (Martin et al. 2009). Como resultado deste projeto esperamos desenvolver e testar marcadores moleculares para canídeos e felídeos silvestres, que permitam ampliar significativamente nossa compreensão de seu uso do espaço. No presente estudo foram também desenvolvidos sistemas de modelagem sobre o uso de recursos hídricos por atividades agrícolas e urbanas (Sanchez-Roman et al. 2009). Como resultado deste projeto esperamos criar formas de avaliação do uso da água como serviço ambiental, que permitam seu pagamento às propriedades rurais que conservem seus mananciais. Articulação institucional: Os resultados do presente projeto estão no centro da discussão sobre a reforma do Código Florestal Brasileiro (Comin et al. 2009, Joly et al. 2010, Metzger et al. 2010). No entanto, no presente projeto discute-se o papel dúbio da mídia em questões ambientais (Almeida & Andrade. No prelo, Martirani. No prelo) e a necessidade do estabelecimento de iniciativas interdisciplinares no ensino e pesquisa para lidar com tais questões (Almeida et al. 2010).
Keywords ambiente e sociedade, biologia da conservação, ecologia de agorecossistemas, mo, paisagens agrícolas
Occurrences 38
Project List