Detalhes do Projeto


Nome Characiformes miniaturas (Teleostei: Ostariophysi): evolução, diversidade e biogeografia   Projeto FAPESP
Data de Vigência 01/03/2018 - 28/02/2022
Equipe Manoela Maria Marinho Koh, Pesquisadora Responsável Aléssio Datovo da Silva, Pesquisador Associado Angela Maria Zanata, Pesquisadora Associada Fernando Cesar Paiva Dagosta, Pesquisador Associado Fernando Rogério de Carvalho, Pesquisador Associado George Mendes Taliaferro Mattox, Pesquisador Associado James Hanken, Pesquisador Associado Marcelo de Bello Cioffi, Pesquisador Associado Murilo Nogueira de Lima Pastana, Pesquisador Associado Mônica de Toledo-Piza Ragazzo, Pesquisadora Associada Naércio Aquino Menezes, Pesquisador Associado Osvaldo Takeshi Oyakawa, Pesquisador Associado Priscila Camelier de Assis Cardoso, Pesquisadora Associada Ralf Britz, Pesquisador Associado
Instituições Participantes Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo Instituto de Biociência da Universidade de São Paulo Museum of Comparative Zoology, Harvard University The Natural History Museum, London Centro de Ciências Humanas e Biológicas, Universidade Federal de São Carlos, Sorocaba Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos Instituto de Biologia, Universidade Federal da Bahia Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul Universidade Federal da Grande Dourados
Bioma Floresta Amazônica, Cerrado, Mata Atlântica
Resumo São listadas até o momento 87 espécies de Characiformes miniaturas, aquelas cujo tamanho não ultrapassa 26 mm de comprimento padrão. Espécies miniaturas são comumente associadas à presença de caracteres morfológicos redutivos, como ausências e simplificações ósseas, provavelmente resultantes de processos heterocrônicos envolvidos na evolução da miniaturização. Pedomorfismo pode ser a melhor interpretação para estas modificações, mas esta afirmação só pode ser corroborada por meio de estudos ontogenéticos. De um modo geral, a fauna de peixes miniaturas é subamostrada e pouco conhecida. Em Characiformes, há muitas espécies ainda não descritas e outras com problemas taxonômicos, inclusive envolvendo espécies ameaçadas do estado de São Paulo. Também não há estudos sobre distribuição e habitat destes peixes. A lacuna de conhecimento desta fauna tão diversa e pouco explorada é o motivo da preparação deste projeto, que aborda três componentes que contemplam os diversos aspectos a serem investigados: evolutivo, taxonômico e biogeográfico. O primeiro visa elucidar os processos que culminaram no surgimento de linhagens de pequeno porte de Characiformes, por meio do estudo da anatomia comparada de peixes miniaturas e de séries ontogenéticas de espécies de maior porte relacionadas. O componente taxonômico visa descrever espécies novas e realizar revisões taxonômicas, incluindo análises moleculares e citogenéticas como ferramentas adicionais à morfologia, assim como inventários de campo. No componente biogeográfico, dados de distribuição das espécies miniaturas serão associados às informações histórico-geomorfológicas das áreas onde ocorrem com o objetivo de detectar padrões de distribuição e identificar quais ambientes favoreceram a evolução de linhagens de pequeno porte. Este estudo integrativo é uma proposta pioneira para o entendimento da evolução e diversidade e para a conservação desta fauna de peixes de água doce.
Produtos Esperados -Publicações científicas em revistas de alto impacto; -Incremento da coleção de peixes do Museu de Zoologia da USP por meio de expedições para coleta com foco em espécies de pequeno porte e larvas; -Incremento da coleção de tecidos por meio do aporte de material proveniente das expedições científicas propostas; -Curadoria especializada e correta identificação e armazenamento de material de peixes de pequeno porte e larvas de peixes; -Treinamento e formação de recursos humanos em ictiologia, proporcionando aos estudantes e participantes do projeto uma interação dinâmica entre linhas de pesquisas distintas.
Palavras-Chave Biogeografia, Diversidade, Evolução, Filogenia, Peixes, Peixes de Água Doce, sistemática, Taxonomia
Coletas 0
Lista de Projetos