Project Details


Name Biodiversidade bêntica marinha no estado de São Paulo   FAPESP Project
Website http://www.ib.unicamp.br/projbiota/bentos_marinho/index.htm
Validity Date 01/08/2000 - 31/07/2004
Team Pesquisadores Principais:
  • Dr. Adilson Fransozo (IB/UNESP)
  • Dr. Álvaro esteves Migotto (CEBIMar/USP)
  • Dr. Carlos Eduardo Falavigna da Rocha (IB/USP)
  • Dr. Cláudio Gonçalves Tiago (CEBIMar/USP)
  • Dr. Eloisa Helena Morgado do Amaral (IB/UNICAMP)
  • Dr. Fosca Pedini Pereira Leite (IB/UNICAMP)
  • Dr. Gustavo Augusto Schmidt de Mello (MZ/USP)
  • Dr. Liliana Rúbia de Ascenção Medeiros (IB/USP)
  • Dr. Luiz Francisco Lembo Duarte (IB/UNICAMP)
  • Dr. Maria Lúcia Negreiros Fransozo (IB/UNESP)
  • Dr. Valéria Flora Hadel (CEBIMar/USP)
Participating Institutions
  • Instituto de Biologia/Universidade Estadual de Campinas (IB/UNICAMP)
  • Instituto de Biologia/Universidade de São Paulo (IB/USP)
  • Instituto de Biociências/Universidade Estadual Paulista - Campus Botucatu (IB/UNESP)
  • Museu de Zoologia, Universidade de São Paulo (MZ/USP)
Biome Marinho: região costeira
Abstract A região costeira, particularmente a do litoral do Estado de São Paulo, devido à interface oceano-continente e relativa fragilidade gerada pelo impacto da intensa dinâmica de ocupação, constitui uma importante área para gestão do ordenamento das atividades sócio-econômicas. Com base nos resultados de estudos pretéritos divulgados no "Workshop" "Bases para a Conservação da Biodiversidade no Estado de São Paulo", pode-se constatar que, nas 3 áreas definidas para o desenvolvimento desse projeto, Enseada de Picinguaba, Enseada de Caraguatatuba e costa sul de São Sebastião (Praia da Baleia e do Sahy), as informações sobre a fauna bentônica marinha são poucas ou inexistentes. Duas delas foram especialmente escolhidas por constituírem ou serem contíguas a áreas de proteção ambiental (ASPE). O projeto é composto por sub-projetos integrados, cujo objetivo principal consiste em investigar a diversidade biológica dos ecossistemas costeiros, com ênfase na macro e meiofauna bentônica de costão, fital, praia e infralitoral até cerca de 45 m de profundidade. Padrões de distribuição serão avaliados e relacionados aos fatores físicos, químicos e hidrodinâmicos e tipo de substrato. Pesquisas complementares e mais específicas contemplarão também análises temporais e espaciais de espécies freqüentes e abundantes, intensificando o esforço amostral. As coletas terão início em janeiro de 2001, sazonais no infralitoral e em 2 etapas (outono e primavera) no costão, fital e praia nesta primeira fase do projeto. A metodologia deverá ser específica para cada tipo de ambiente, privilegiando o caráter qualitativo da proposta, cujas inspeção das áreas e definição dos locais de coleta foram realizadas de 11 a 15 de setembro de 2000. Cabe destacar que a estratégia de execução do programa envolverá a comunidade científica especializada (taxonomistas), no âmbito nacional e internacional, elaborando e executando de forma multidisciplinar e integrada as pesquisas em cada área. Adicionalmente, deverão ser ampliadas as coleções de referência da fauna de invertebrados marinhos bentônicos do litoral paulista que serão depositadas junto ao acervo do Museu de Zoologia da USP.
Expected Products Além dos relatórios e trabalhos científicos, prevê-se a elaboração de artigos de divulgação, chaves, guias, manuais e CD-ROM para identificação das espécies; além de vídeos com informações sobre conservação e estrutura dos diferentes ecossistemas, inclusive para o ensino fundamental e médio. Também objetiva-se capacitar pessoal especializado nas diversas áreas do conhecimento contempladas no projeto.
Keywords Costão, Diversidade, Fauna Bêntica, Infralitoral, Praia
Occurrences 5540
Project List